Páginas

Pesquisar este blog

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Valentine #1

      - Santa Barbara, Califórnia, 1995.


     Era meu primeiro dia de aula. Estava assustada, nunca estivera em um local como aquele, colorido repleto de outras crianças e com pessoas extremamente altas, que me abraçavam e afagavam meu rosto a todo o momento.
     Não chorei como as outras crianças fizeram. Sentei-me em um cantinho e fiquei lá um tempão.
     - Oi. Qual é o seu nome? –Disse um menininho de cabelos castanhos sentado ao meu lado.
     - Ana Clara – respondi – E o seu?
     - Davi. Quer brincar?
     - Sim! – Respondi com um sorriso.
     Corremos juntos pelo pátio, enquanto brincávamos com outras crianças.



- Santa Barbara, Califórnia, 2013.

     - Bom dia John! – Disse virando-me ao meu marido.
     - Bom dia Ana – Disse ele apressado enquanto trocava de roupas para ir ao escritório trabalhar.
     Era sempre a mesma rotina. Acordar, olhar minha filha dormindo, arrumar a casa, brincar com ela... Tudo tão monótono.
     Fui até o berço, e lá estava ela, Júlia, linda como sempre, acordada com os olhinhos grandes me observando e sorrindo para mim.
     O melhor presente que poderia querer. Era grata por ela, pelos sorrisos que recebia dela, pelas vezes que ela conseguia agarrar seus dedinhos no meu cabelo, e até mesmo pelas noites mal dormidas em que tinha que pegá-la no colo e fazê-la parar de chorar.
     -Bom dia minha linda! – Disse a ela com um sorriso – O que quer fazer hoje?- Peguei-a no colo e a levei para a sala.
     Liguei a televisão em um canal qualquer. Coloquei- a em sua cadeirinha enquanto preparava seu alimento.
     - Depois de sete anos longe de casa, o astro do rock alternativo retorna para a casa – Dizia a moça do jornal matinal.
     - Olha filha, enfim vai ter um show decente – disse sorrindo, mas sem dar muita importância ao fato.
     Preparada a mamadeira, sentei-me no sofá com minha pequena no colo, e me prontifiquei em assistir ao jornal de sempre.
     - E volta, depois de 7 anos longe de Santa Barbara, o ídolo do rock alternativo do momento. – Disse a âncora do jornal.
     - E Santa Barbara se torna o point dos jovens rockeiros – disse com sarcasmo para minha filha, que soltou uma gargalhada.
     - Davi Ferguson fará dois shows na cidade, um no estádio e acústico, apenas para convidados especiais – Disse a âncora.
     Davi Ferguson?!?– Peguei meu celular, trêmula, e liguei para Ângela, minha amiga de infância.
     - Ana? Oi! Meu Deus! Quanto tempo! Disse ela eufórica.
     - Ângela? Eu preciso te fazer uma pergunta.
     - Hum, pela sua voz já imagino que ficou sabendo quem está voltando.
     - Então é mesmo ele? – Perguntei descrente.
     - Sim. E, bem, já comprei meu ingresso.
     - Você vai?
     - Sim, ora. Ele canta bem... E a Fernanda e o Carlos também vão.
     Não eram eles que não gostavam deles? Quem me fizeram desistir da vida que eu queria?
     - Então também vou! – Disse decidida.
     - Você o quê? Não! Ana você é casada e tem um bebê lindo...
     - Ora! Eu vou apenas a um show com meus amigos. Não vou abandonar minha família – dei uma risada suave, só para quebrar a tensão.
     - Tem certeza?
     - Absoluta! Nós nos vemos lá então?
     Desliguei o celular. Precisava pensar sobre tudo.




("Jéssica Stewart")