Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Poema - Mal Contemporâneo


O tempo não passa.
Pernas balançando. Beiço mordido. Unhas roídas. Pele vermelha. Suor excessivo. Dor no pescoço. Dor de cabeça. Dor no estômago - vômito. Cabelos caindo. Mãos inquietas. Pensamentos rápidos, flashs. Sangue correndo. Batimentos cardíacos acelerados. Pupilas dilatadas. Excesso de sono, É impossível dormir. Vontade de chorar.
Ansiedade sufoca.
("Lídia Duarte")