Páginas

Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Desista

Abra teus olhos, querido
e veja que na vida há
muita coisa além para me preocupar.
Teu amor já não me encanta.
Teu sorriso não mais me apaixona.
Aprendi a viver sem ti
e nessa ausência, aprendi a ser eu.
Somente eu.
Nada mais.
Agora respiro!
Agora EU VIVO!
Não adianta colher um fruto já podre.
Ages tardiamente, meu caro.
O amor que antes existia, não habita mais
esse peito dilacerado e vazio que há em mim.
Desista.
("Jéssica Stewart")